INFOGRÁFICO DAS MARCAS LÍDERES NAS REDES SOCIAIS

Hoje tudo está na internet, e os negócios não são diferentes. Você já teve curiosidade de saber quais as marcas mais curtidas nas redes sociais? Eu já, acho que você também, foi isso que a Top-business-degrees.net criou, um infográfico para mostrar as 20 marcas líderes no universo das redes sociais.

Facebook, por exemplo, é a marca com maior número de fãs/seguidores em redes sociais: 77 milhões. Em seguida vem a  Coca-ColaMTVDisney,StarbucksConverseRed BullMcDonaldsSnaptu e Walmart entre as 10 mais.

iTunes lidera entre as marcas de tecnologia, com  26 milhões. Está à frente de PlaystationXboxWindows Live MessengerGoogleSamsungMobileTwitterPixarIntel e Blackberry. No setor automotivo, BMWlidera, seguida por FerrariMercedes-BenzAudi e Porsche.

Veja todo o infográfico abaixo.

Compartilhando por Natannael Mesquita via Brainstorm

SERVIÇO DE UTILIDADE PÚBLICA – ENADE 2012

É hora de tratar de um assunto que pra maioria dos estudantes de Ensino Superior não vale nada, mas que deveria ser levado mais a sério, o chamado Exame Nacional de Desempenho Estudantil, ou mais popularmente conhecido como ENADE, exame esse que avalia os cursos oferecidos pelas instituições de Ensino Superior de todo o Brasil (seja pública ou privada) e serve como referencial para investimentos do governo e até fechamento e abertura de cursos. A prova acontece dia 25 de novembro.

Muito se discute se essa prova realmente é um critério justo de mensuração de aprendizado (assim como o ENEM, o SPAECE etc), mas enquanto não surge um mecanismo mais fiel a realidade que os estudantes convivem, o certo é que tal prova tem que ser realmente relevante para quem faz, a não ser pelo fato de acontecer a recusa de entrega de diploma caso o aluno que foi selecionado se abstenha da avaliação. Se pensarmos que um bom conceito no lugar que se estuda tem importância como visibilidade e reconhecimento do ambiente acadêmico, maior respaldo no mercado de trabalho por vir de um lugar reconhecido, além de contribuir para um maior crescimento da instituição, o que se deve essa realmente falta de vontade dos estudante de nível superior em terem vontade de fazerem uma prova decente? Se pensarmos bem até pouco tempo atrás o ENEM não valia nada, e hoje ele é fundamental para o ingresso em faculdades e universidades.

Vamos honrar o lugar que estudamos, lutar pela melhoria das qualidades dos nossos cursos e fazer jus ao tempo que dedicamos passando no mínimo 4 anos estudando, e quem sabe essa nota possa servir de algo bom no futuro, então para todos que forem fazer o ENADE, além de desejar uma boa prova, façam essa prova como fossem algo essencial para o sucesso na vida, e acima de tudo levar nosso Ensino acadêmico a um lugar de destaque.

Texto por Gevazio Soares

AÇÃO DE GUERRILHA DA LG ASSUSTA AS PESSOAS NO ELEVADOR

Para provar a alta definição das imagens nos novos monitores IPS da LG foi montado um chão falso em um elevador com esse monitores. Ao entrar as pessoas ficavam sobre os monitores, uma pequena pane era simulada para em seguida o assoalho se despedaçar como se as pessoas fossem cair no foço do elevador.

Ficou muito bacana.

Compartilhando por Natannael Mesquita via Sedentário & Hiperativo

REALITY SHOWS – UM SUCESSO

Embora a audiência da maioria dos reality shows tenha caído nos últimos anos, há algo inquestionável e que a cada edição desses programas seja em qual emissora for, cresce sem parar, é o ganho publicitário que a produtora ganha.

Pra termos uma noção exata de como essa quantia de investimento em propaganda pelos anunciantes é gigantesca, no Big Brother Brasil de 2012, segundo os dados da Revista Exame de 2011 a cota de patrocínio para a casa estava em média de 20,6 milhões de reais somando ao todo cerca de 103 milhões por parte das marcas, mas esse percentual só diz em questão ao contato integral onde os merchandising são contados, mas se estima que a Globo faturou o dobro desse valor com as chamadas ativações em provas dentro do programa. Já o principal concorrente “A Fazenda” teve um valor mais “modesto” arrecadando 50 milhões na edição do mesmo ano. Esses valores são restritos e um pouco complicados de serem computados devido ao nível de sigilo das informações, mas dá a clara ideia que a razão desses programas se multiplicarem são as cifras arrecadadas que não somente cobre o custo de produção e premiação mas também gera um bom lucro para os canais de televisão brasileiros.

Uma razão que faça as empresas investirem tão alto nesses programas esteja vinculado ao grande leque de possibilidades de exposição da marca no decorrer do tempo, bem como a oportunidade de criar novos dispositivos de interação com o público, já que especialmente em provas é onde a audiência tende a ficar no topo, e é ai que está a grande capacidade de criar as “ativações” ditas anteriormente, e num conceito de marketing ter aquela “lembrança” do consumidor, que posteriormente poderá decidir o uso desse produto com base na exposição no programa. Sabe-se que a publicidade evoluiu e os meios de televisão estão mais dispersos com celulares, computadores e outros meios eletrônicos, mas essa estratégia é ainda muito eficiente e eficaz, tanto que o Big Brother seguirá até 2016 e consequentemente aumentando suas cifras de lucro e as marcas cada vez mais interessadas em investir.

Existem vários outros reality shows no Brasil mas ao tomarmos o Big Brother pelo fato de este ser o mais lucrativo no termo publicitário é entender que por mais clichê e repetitivo que essas produções possam ser e o seu conteúdo, ainda são lucrativas e boas para quem patrocina, embora para alguns seja alvo de crítica tal argumento caberá aos órgãos responsáveis por gerir o conteúdo, mas de forma publicitária esse tipo de programa é um sucesso.

Texto escrito por Gevazio Soares e editado por Natannael Mesquita

MAD MEN – HISTÓRIA E FICÇÃO NOS ANOS DOURADOS DA PUBLICIDADE

Uma série que além de contar com um enredo e trama excelentes, com bons autores e roteiristas, mas que chama a atenção pela sua história: Mad Men.

A trama que se origina nos anos de 1960 conta o cotidiano da agência de publicidade Sterling Cooper e seu diretor Don Draper, e retrata de forma fiel a vida dos criativos e pessoas ligadas ao setor publicitário americano e suas variadas e criativas maneiras de conquistar clientes e consumidores num tempo que a publicidade saia daquela mesmice de apenas informar dos anos 1940 começando a emocionar e trazer sensações intuitivas e fortes para as pessoas.

Assistir essa série é entender como os meios de propaganda se modernizaram e deram ao certo glamour e ao mesmo tempo simplicidade do mundo atual, e para quem não quer ficar apenas nos livros antigos do assunto assista e se deslumbre com uma realidade que pode ser a de qualquer funcionário das agências de hoje (é claro sem os mac’s e pacotes gráficos da Adobe).

A série foi lançada em 2007 e está na quinta temporada, veja o trailer.

 

Texto escrito por Gevazio Soares e editado por Natannael Mesquita